Liga da Noiva / Bride’s Garter

Liga da noiva

A liga da noiva é um acessório que, apesar de não ser “obrigatório”, pode completar com imenso significado a tua lingerie e vestido de noiva. Regra geral, a liga escolhida é uma peça usada e normalmente associada a alguém próximo.

Pronta para ver a origem das tradições associadas a este acessório?

O que é a liga da noiva?

Inicialmente com a função de segurar as meias da noiva, a liga era usada por debaixo do vestido, na zona da coxa, numa altura em que os collants como peça única ainda não tinham sido criados. Hoje em dia, ela é vista como uma peça de lingerie bastante sexy, que pode, ou não, ser usada no dia C para completar o look nupcial. Com ou sem renda, branca, de tom nude ou colorida, ela pode ser personalizada exatamente ao teu gosto e mesmo enfeitada com pequenas pérolas ou brilhantes. 

A origem da tradição

Segundo consta, a liga da noiva é um acessório associado à pureza femenina e que traz sorte e felicidade ao casamento. 

O seu uso remonta à idade média, mas foi na corte francesa que a tradição “surgiu”.

Na altura, era comum os convidados correrem atrás da noiva depois de esta ter trocado alianças de casamento, rasgando-lhe partes do vestido – uma vez que se acreditava que ter um pedaço dele trazia bons presságios.

Para evitar ter um vestido de noiva simples desfeito a meio da festa, a noiva começou a usar uma liga na perna direita, como símbolo desse mesmo vestido e, assim, já podia dividi-la por todos!

Atualmente, a liga é considerada uma peça de lingerie sexy, que pode ser ou nao, usada no dia do casamento, para completar o look nupcial.

Com ou sem renda, branca, de tom nude ou colorida, ela pode ser personalizada exatamente ao teu gosto até mesmo enfeitada com pequenas pérolas ou brilhantes.

A liga é por todo o seu simbolismo, um elemento que muitas vezes pode ser fotografado, durante os preparativos da noiva para o grande dia.

Usar algo azul ….

Já todos conhecemos o velho ditado da época vitoriana “algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul”, mas em que é que isso se pode refletir no teu look nupcial? No caso da noiva, vulgarizou-se o uso de um detalhe azul precisamente na liga. 

As diferentes tradições associadas à liga da noiva

Há também outras práticas que se tornam cada vez mais comuns neste ambiente de festa e que são feitas um pouco antes do momento alto do corte de bolo.

Após a noiva lançar o seu bouquet, para ver quem é a próxima convidada a casar, é tradição também a noiva colocar a liga na perna da convidada solteira que apanhou o ramo!

Uma outra tradição, consiste em usar a liga para descobrir quem é a próximo candidato masculino a casar. Ou seja, o homem que conseguir apanhar a liga da noiva é aquele que tem o destino traçado.

Geralmente, a tradição funciona em conjunto com a tradição do bouquet, sendo este lançado para um grupo de senhoras, enquanto a liga, é lançada para um grupo de homens.

O leilão da liga

É também uma “tradição” muito comum nos dias de hoje

Pode constituir mais um ponto de animação da festa, pois a liga é muitas vezes um elemento leiloado no final do dia, permitindo assim aos noivos potencialmente recolherem um valor monetário interessante.

Basicamente, no final do casamento, a noiva vai progressivamente subindo a saia do seu vestido até se ver a liga, enquanto os convidados fazem ofertas, criando um ambiente de leilão! Enquanto uns convidados pagam para subir a liga, existem outros que pagam para descer, cobrindo a perna da noiva. Finalmente, a liga é entregue ao convidado que superar todos os outros, oferecendo o valor mais elevado.

Quem oferecer o maior valor fica com a liga.

Normalmente este leilão é sempre feito em tom de brincadeira, e é regra geral sempre o noivo quem acaba por ficar com a liga e levá-la para casa! No entanto, existem casos em que a liga é entregue a outros convidados, pois o noivo não cobre a licitação, e a mesma é entregue ao convidado que oferecer mais pelo acessório.

Motivadas para a utilização deste precioso acessório cheio de tradições e superstições no dia do vosso casamento?

Bride’s League

The bride’s garter is an accessory that, despite not being “mandatory”, can complete your lingerie and wedding dress with immense meaning. As a general rule, the chosen alloy is a used piece and usually associated with someone close to it.

Ready to see the origins of the traditions associated with this accessory?

What is the Bride’s Garter?

Initially with the function of holding the bride’s stockings, the garter was used under the dress, in the thigh area, at a time when tights as a single piece had not yet been created. Today, it is seen as a very sexy piece of lingerie that may or may not be worn on C-day to complete the bridal look. With or without lace, white, nude or colored, it can be customized exactly to your taste and even decorated with small pearls or diamonds.

the origin of tradition

Reportedly, the bride’s garter is an accessory associated with female purity and that brings luck and happiness to marriage.

Its use dates back to the Middle Ages, but it was in the French court that the tradition “came out”.

At the time, it was common for guests to run after the bride after she had exchanged wedding rings, tearing off parts of her dress – as it was believed that having a piece of it boded well.

To avoid having a simple wedding dress undone in the middle of the party, the bride started to wear a garter, as a symbol of that same dress, so she could share it for everyone!

The garter is for all its symbolism, an element that can often be photographed during the bride’Wear something blue….

The different traditions associated with the bride’s garter

There are also other practices that are becoming more and more common in this party environment and that are done just before the high point of cake cutting.

After the bride launches her bouquet, to see who is the next guest to get married, it is also a tradition for the bride to put the garter on the leg of the single guest who picked up the bouquet!

Another tradition is to use the league to find out who is the next male candidate to marry. In other words, the man who manages to catch the bride’s garter is the one who has his destiny set.

Generally, the tradition works in conjunction with the tradition of the bouquet being thrown to a group of ladies, while the league is thrown to a group of men.

The League Auction

It is also a very common “tradition” these days.

It can be another point of entertainment at the party, as the league is often an element auctioned off at the end of the day, thus allowing the couple to potentially collect an interesting monetary value.

Basically, at the end of the wedding, the bride progressively moves up the skirt of her dress until the garter is visible, while the guests bid, creating an auction environment! While some guests pay to go up the garter, there are others who pay to go down, covering the bride’s leg. Finally, the league is given to the guest who outranks all others, offering the highest value.

Whoever offers the most value gets the league.

Usually this auction is always done in a joke, and it is a general rule that the groom is the one who ends up keeping the garter and taking it home! However, there are cases in which the league is given to other guests, as the groom does not cover the bid, and it is given to the guest who offers more for the accessory.

Motivated to use this precious accessory full of traditions and superstitions on your wedding day?s preparations for the big day.